Determinação de escalas de trabalho de funcionários de restaurantes considerando preferências

  • Carolina Luisa dos Santos Vieira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Carlos Eduardo Pimentel Sociedade Educacional de Santa Catarina
  • Sergio Fernando Mayerle Universidade Federal de Santa Catarina
  • Mônica Maria Mendes Luna Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Designação, Restaurante, Preferência, Otimização, Programação linear inteira

Resumo

Um dos principais fatores para o sucesso na gestão de serviços consiste na alocação adequada dos funcionários. Este artigo apresenta uma ferramenta para auxiliar na solução do problema de designação de funcionários aos turnos trabalho, levando em consideração as suas preferências. Tendo em vista a promoção de um ambiente de trabalho o mais agradável possível, considerou-se a satisfação dos colaboradores com os turnos alocados como elemento principal da função objetivo do modelo. Além disso, foram levados em conta outros aspectos práticos, como demanda de funcionários por turno, alocação de funcionários com habilidades específicas, homogeneização da carga de trabalho e restrições impostas pela legislação trabalhista brasileira. Utilizando-se uma abordagem determinística, o modelo proposto foi resolvido através de programação linear inteira. As escalas resultantes apresentaram melhorias significativas quando comparadas às originais, formuladas manualmente, especialmente no que tange ao maior atendimento das preferências pessoais dos funcionários, cumprimento de leis trabalhistas e redução tempo de solução.

Publicado
23-03-2016
Como Citar
Vieira, C. L., Pimentel, C. E., Mayerle, S. F., & Luna, M. M. (2016). Determinação de escalas de trabalho de funcionários de restaurantes considerando preferências. Produção Em Foco, 6(1). Recuperado de http://producaoemfoco.org/producaoemfoco/article/view/259
Seção
Artigos